Jornadas Internacionais FICPM – “A Fidelidade nas diferenças”

Tiveram lugar em Clervaux, norte do Luxemburgo, de 29 de Abril a 2 de Maio de 2004, as Jornadas Internacionais da Federação Internacional dos Centros de Preparação para o Matrimónio – FICPM – subordinadas ao tema: “A FIDELIDADE NAS DIFERENÇAS”. Estiveram presentes representantes da Bélgica, Canadá, Eslovénia, Espanha, França, Itália, Luxemburgo, Madagáscar, Portugal, Suiça, Croácia, República Checa, Eslováquia e Alemanha, num total de 232 pessoas. De Portugal estiveram 44 pessoas, a maior representação estrangeira, provindas das Dioceses de Angra do Heroísmo, Braga, Coimbra, Funchal, Leiria-Fátima, Lisboa, Portalegre-Castelo Branco, Porto e Viana do Castelo, incluindo 2 casais da Equipa Responsável Nacional. O Presidente do Pontifício Conselho para a Família fez-se representar, ao longo dos 4 dias, por um membro do referido Conselho – Karl-Josef Romer – um Bispo natural da Suiça, que foi missionário no Brasil, durante 28 anos, e que partilhou um serão com o grupo português. A abertura dos trabalhos teve, ainda, a presença da Grã-Duquesa do Luxemburgo, da Ministra da Família, da Solidariedade Social e da Juventude e do Ministro da Cultura, Ensino Superior e Investigação, do Arcebispo de Luxemburgo e do Presidente da Câmara de Clervaux, dignitários que deram uma enorme importância ao este acontecimento internacional relacionado com a constituição das novas famílias. Paul Dewandre, um economista com mestrado em gestão, que deixou a carreira empresarial para se dedicar aos problemas relacionados com a vida conjugal, abordou em 3 conferências “as diferenças entre o homem e a mulher”, exemplificando com casos concretos da sua vida conjugal, o modo como o casal conseguiu convergir e crescer sem se aniquilarem, passando a um melhor entendimento e compreensão do outro, mudança que gerou um novo e saudável equilíbrio em casal. Tratou-se de uma exposição profundamente tocante e absorvente, tendo-se verificado que os casais se reencontravam nos casos exemplificados, factor que foi extremamente clarificador, enriquecedor e unificador. Concluiu-se que há, por parte dos homens e das mulheres, uma enorme falta de conhecimento da psicologia feminina e masculina, ignorância que não facilita uma relação que se deseja estável e duradoura a todos os títulos, reconhecendo-se que há muito a fazer nesta área psicológica, quer a partir dos próprios noivos e dos casais, quer do CPM e da Pastoral da Família. O Vigário Geral do Luxemburgo e Presidente do Comité da Família, Mons. Mathias Schiltz, dissertou sobre “os fundamentos bíblicos da fidelidade”, uma conferência de índole teológica, naturalmente pesada, mas muito apreciada. Um ex-Casal Presidente da FICPM, Sim Majerus-Schmit e Mill Majerus, enfermeira e sexólogo, fizeram uma intervenção testemunhal como é próprio dos casais CPM, relacionada com o modo como gerem as diferenças em casal. O P. Nico Turmes, Assistente Nacional do CPM de Luxemburgo, falou da “realidade teológica à espiritualidade vivida”, tendo introduzido algumas novidades, relativamente ao que se tem ouvido sobre esta matéria. Finalmente, uma teóloga leiga, Marianne Hubert, encerrou o ciclo de conferências abordando “O lado moral da fidelidade e infidelidade conjugal”, exposição que foi muito agradável. Todas estas conferências que, durante as Jornadas, chegaram aos portugueses presentes através da tradução simultânea, estão disponíveis no site do CPM www.cpm-portugal.pt e serão distribuídas a todos os Casais Presidentes e Assistentes Diocesanos. As duas Celebrações Eucarísticas, muito bem preparadas e animadas, foram presididas, respectivamente, pelo Arcebispo de Luxemburgo, Mons. Fernand Franck e pelo representante do Vaticano, Mons. Karl-Josef Romer. A celebração vespertina do dia 1 de Maio, primeiro dia do mês de Nossa Senhora, encerrou, com o cântico “A Treze de Maio”, para o que foi solicitado aos portugueses que se juntassem ao grupo coral. Foi verdadeiramente emocionante. No âmbito das Jornadas houve lugar, ainda, para uma Assembleia-geral que, além da apresentação de contas, elegeu para mais um mandato de dois anos o Assistente Internacional. P. Raymond Heusghens, belga e o Casal Presidente Internacional – Maria Leonor e José Carlos Seabra Pereira, da Diocese de Coimbra. Estas Jornadas Internacionais, normalmente precedidas de um circuito turístico, levaram-nos, este ano, a uma incursão pela Alemanha, França e Luxemburgo, concretamente, pela Baviera, Alemanha romântica e Floresta Negra e Estrasburgo. Foram dias duma enorme riqueza humana e espiritual – família, partilha, pôr em comum, oração, cantares, versos e muitos gestos amigos e atentos – factores que nos ajudam a crescer como pessoas e a irmanar nesta comunidade de vida que luta pela saudável constituição de novas famílias. As próximas Jornadas Internacionais ficaram marcadas para Tarragona, Espanha, de 5 a 8 de Maio de 2005 com o Tema: “Que fazer agora para continuar a amar”, devendo ser antecedidas de um percurso turístico. A Equipa Responsável Nacional